menu
Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Calor chegou? Melancia e melão são opções refrescantes e nutritivas

Luciana Mastrorosa

24/11/2018 04h00

Crédito: iStock

Com os dias de calor finalmente chegando, a aposta em frutas frescas e refrescantes é sempre uma boa alternativa. A melancia está entrando na safra e o melão já está em seu auge. Ricas em água, ambas as frutas são indicadas para esta época do ano e podem ser uma boa alternativa para a sobremesa, o café da manhã e o lanche da tarde, especialmente naqueles dias em que dá praia.

Por ser diurética, a melancia favorece os hipertensos, ajudando a não reter água no organismo. Outro ponto positivo para quem sofre com hipertensão é que a quantidade de potássio nessa fruta é grande e auxilia na regulação da pressão arterial. Além disso, a melancia fornece uma série de nutrientes importantes, como a vitamina C, um poderoso antioxidante anti-envelhecimento, e carotenoides, que favorecem os olhos e também a pele.

Outro benefício desta fruta vermelha é que ela é pouco calórica (100 gramas de melancia contêm apenas 33 calorias), o que a faz uma fruta perfeita para quem está seguindo dietas para perder peso. Ainda não está satisfeito com as qualidades? A melancia também oferece o licopeno, um carotenoide muito importante para a saúde, pois ajuda a diminuir o risco de câncer de próstata.

Além da polpa ser doce e suculenta, lembre-se que também é possível consumir as sementes, que são ricas em fibras e favorecem o trato intestinal. Depois de lavadas e secas, as sementes podem ser ligeiramente tostadas no forno ou em uma frigideira, em fogo baixo, e temperadas com ervas, um pouco de azeite, sal e pimenta.

O melão, primo da melancia (ambos pertencem à família das cucurbitáceas, da qual faz parte também o pepino, outro alimento diurético e refrescante), é outra fruta ótima para o calor.

Assim como a melancia, o melão também é constituído basicamente de água. Há vários tipos de melão disponíveis, desde o amarelo, o mais comum, até os cantaloupes, de polpa alaranjada e perfumada. O melão in natura é ainda menos calórico que a melancia, fornecendo 29 calorias por 100 gramas de fruta, e também oferece vitamina C e carotenoides, além de uma boa quantidade de potássio.

As similaridades com a melancia rendem ao melão propriedades muito parecidas e benéficas para o organismo, como o poder antioxidante e anti-inflamatório da vitamina C e a proteção às mucosas, olhos e pele dos carotenoides. O melão ainda possui uma boa quantidade de fósforo, mineral que atua em conjunto com o cálcio para fortalecer ossos e dentes, e contêm diversos antioxidantes, como a colina e a zeaxantina, que oferecem proteção extra para o organismo, ajudando a prevenir as doenças crônicas não transmissíveis, como o câncer, mas também os males corriqueiros, como os resfriados.

Como consumir:

Crédito: iStock

Tanto o melão quanto a melancia podem ser usados em receitas doces e salgadas. Porém, a maneira mais fácil de se consumir essas frutas é in natura, maduras e frescas. Na hora de comprar, escolha as pesadas e sem partes moles, pois isso indica que podem estar passadas.

Ambas podem ser oferecidas como sobremesas ou ainda entrar como complemento em pratos frios, como saladas. Por serem doces, mas nem tanto, elas combinam muito com comidas mais salgadas, o casamento do melão com o presunto é um clássico, fica uma delícia servido em espetinhos entremeados com folhas frescas de manjericão.

Se você gostar de uma ousadia, faça como a Bela Gil e grelhe fatias de melancia, depois tempere-as com uma pitada de sal e pimenta-do-reino, fica interessante para provar sabores diferentes.

As duas frutas também são excelentes bases para sucos. Experimente batê-las em cubos com água ou água de coco e gelo, com algumas folhas de ervas frescas, como hortelã, salsa e manjericão. Assim, você obtém todos os benefícios das frutas, mais o sabor e o perfume das ervas, associados aos seus altos teores de antioxidantes. Nem é necessário adoçar, o sabor natural da fruta já é adocicado. Mas, se preferir, use outras frutas doces como manga e uvas para complementar, ou mesmo tâmaras hidratadas em água.

Com a parte branca da melancia dá para preparar ainda um doce com açúcar, cravo e canela. Fica parecido com doce de mamão verde ou de abóbora, e é uma alternativa caseira e cheia de nutrientes e fibras para o dia a dia.

E as sementes do melão também não precisam ser descartadas. Com elas, você pode fazer um leite vegetal rico em cálcio e magnésio, uma alternativa interessante para quem não toma leite de vaca. Para fazer o leite, bata as sementes lavadas e secas com um pouco de água, no liquidificador, até obter um líquido. Coe num pano limpo e seco, como voil, e já pode consumir puro ou batido com outras frutas. Se gostar de um sabor mais adocicado, simplesmente remova as sementes com as fibras da polpa e bata com água, o resultado final também é muito saboroso.

Você gosta de melão e melancia? Qual é a sua fruta favorita? Conte para mim! Estou no Facebook e também no Instagram.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.