Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Frutos do mar são fontes de proteína e zinco, veja cuidados e benefícios

Luciana Mastrorosa

05/01/2019 08h00

Crédito: iStock

Praia combina com frutos do mar, como camarões, mariscos, polvo e lula. Isso sem falar nas ostras, cujo consumo também é comum nesta época do ano, à beira-mar. Embora sejam o terror de algumas pessoas alérgicas (de fato, alguns deles, como o camarão, possuem antígenos que podem desencadear reações em indivíduos mais sensíveis), o consumo de frutos do mar pode trazer muitos benefícios para a saúde, sempre levando em conta a moderação e, claro, o frescor do produto. Ninguém merece comer uma ostra estragada e passar mal por dias com intoxicação alimentar!

Se estiver na praia, gostar e puder comer frutos do mar, dê uma chance a eles. Além de serem excelentes fontes de proteínas, ajudando na formação e manutenção de músculos e órgãos, esses alimentos também contêm zinco, um mineral poderoso para o cérebro e o sistema imunológico, além de exercer atividade antioxidante, combatendo a inflamação e ajudando a manter o organismo saudável. Eles também contêm outros minerais importantes, como o manganês, que auxiliam na memória e na concentração, favorecendo os trabalhos intelectuais, e o iodo, que necessário para a síntese dos hormônios tireoidianos, auxiliando o metabolismo. Também são fontes de gorduras saturadas e insaturadas, como o ômega 3 –ótimo para a saúde cardiovascular. Alguns deles, como o camarão, também são fontes de colesterol, mas numa dieta equilibrada isso não é motivo de preocupação.

Cuidados no consumo

Frutos do mar estragam muito rápido e alguns deles, como mexilhões e ostras, são seres filtradores, por isso podem conter toxinas nocivas ao organismo. Assim, é fundamental escolher o local onde se come esses alimentos, pois eles devem ser frescos e bem preparados. No caso das ostras, que em geral são consumidas cruas, esse cuidado é ainda mais importante: escolha bons fornecedores e verifique sempre a procedência.

Ao preparar camarões, retire também a tripa com um palito de dentes, para remover quaisquer sujidades que estejam presentes ali. Polvos devem ser muito bem lavados para extrair a areia que pode ficar presa nas ventosas (eu removo também a cabeça e o bico), e as lulas contêm uma "pena" dura e transparente em seu interior, que deve ser tirada antes do preparo. Se for comprar os frutos do mar para prepará-los em casa, preste atenção ao cheiro: o aroma deve ser suave e lembrar o cheiro de mar. Se estiver forte demais, não compre, é um indicativo de que já estão passando do ponto.

Modos de preparo

O melhor dos frutos do mar é sua versatilidade de preparo e rapidez no cozimento. Ostras são servidas geralmente cruas, com molhos cítricos ou apenas algumas gotas de limão para realçar seu sabor naturalmente salino. Lulas, camarões e mexilhões cozinham muito rápido, em poucos minutos já estão prontos – ao cozinhar mexilhões, certifique-se de remover aqueles que não abriram as conchas após o cozimento. Eles ficam ótimos com molho de manteiga, vinho, alho e salsinha fresca.

Se optar por ensopados, use caldos preparados com casca de camarão ou espinhas de peixe, com cebola, salsa e alho-poró, para dar mais sabor. E adicione os frutos do mar apenas ao final do cozimento, só até ficarem macios. No caso do polvo, os tentáculos podem ser mais duros, dependendo do tamanho do animal. Assim, se preferir mais macio, cozinhe por alguns minutos na panela de pressão, com pouca água e algumas folhas de louro, apenas para amaciar a carne. Ele soltará água naturalmente (um caldo saboroso que você pode usar para outros preparos) e os tentáculos ficarão tenros e poderão ser finalizados na grelha, na chapa, ou servidos em ensopados, como a caldeirada, prato típico do litoral.

Para realçar ainda mais os benefícios dos frutos do mar, combine-os com ervas frescas como salsa, hortelã, tomilho, cebolinha e coentro, além de alho, cebola picadinha, suco de limão e alguma gordura de boa qualidade, como manteiga e azeite. Outra boa ideia é temperá-los com especiarias, como curry, que combinam particularmente bem com camarões e mexilhões e ainda trazem de bônus uma série de antioxidantes e compostos bioativos que ajudam a evitar a inflamação no organismo e evitam o envelhecimento precoce.

Tomando os cuidados básicos e precauções, pode se jogar nos frutos do mar (com moderação) e aproveitar tudo o que eles têm de bom – se vier com a praia junto, melhor ainda.

Você gosta de frutos do mar? Qual o seu favorito? Conte para mim! Estou no Facebook e também no Instagram.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.