Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Milho é rico em fibras e antioxidantes que protegem os olhos, conheça mais

Luciana Mastrorosa

20/04/2019 04h00

Crédito: iStock

O milho é um dos alimentos de base dos brasileiros e também de muitos povos da América Latina, tanto in natura, com os grãos cozidos, quanto na forma de seus inúmeros derivados, como farinha, amido e até cereais matinais. No post de hoje, focaremos mais no milho verde.

Esta época do ano é um bom momento para consumir esse alimento, cuja safra atinge o auge no mês de junho – não por acaso, o milho e inúmeras receitas preparadas com esse ingrediente são as estrelas das festas juninas. Quem resiste a pamonha, bolo de milho e curau?

Além de ser um vegetal saboroso, o milho contribui com diversos nutrientes e compostos bioativos que protegem a saúde e evitam doenças degenerativas. Ele é considerado um alimento fonte de dois carotenoides importantes para proteger a visão, evitando a catarata: a luteína e a zeaxantina. A luteína é considerado um potente antioxidante, ajudando também a proteger o organismo das inflamações. Estudos mostram que o risco de desenvolver catarata depois de idoso diminui significativamente quando há um consumo abundante de frutas e hortaliças, como o milho, ricos nessas duas substâncias.

Estudos mostram ainda que a concentração desses carotenoides varia de acordo com o preparo, mas eles estão presentes até mesmo no milho enlatado e nas farinhas e cereais matinais à base de milho.

O milho fresco contribui com diversos outros nutrientes. É fonte de carboidratos, trazendo energia para quem o consome, com um pouco de proteína também e pouquíssima gordura. Também apresenta um bom teor de fibras, auxiliando o sistema digestório e protegendo os intestinos, além de promover a saciedade, ajudando quem está em dietas para emagrecimento. Dentre os minerais, o milho fornece fósforo, que ajuda a preservar o tecido ósseo, além de potássio, que favorece os hipertensos e praticantes de exercícios físicos. Contribui ainda com vitaminas do complexo B, que atuam no metabolismo e funcionam como antioxidantes, entre outras funções.

Escolha, preparo e consumo

O milho verde estraga rápido. Na hora da compra, espie por dentro da palha, se possível, para ver se os grãos estão inteiros, sem a presença de larvas. E também não mantenha muito tempo na geladeira, pois as espigas podem mofar. O melhor é comprar a quantidade que irá usar e cozinhar rapidamente.

Na hora de preparar, remova a palha e as fibras – o "cabelo" – e cozinhe as espigas inteiras ou partidas ao meio em uma panela com água. Depois de cozidas, tempere-as com sal e debulhe. O milho cozido pode ser consumido puro (com um pouco de manteiga, pimenta em flocos e queijo parmesão ralado, fica delicioso) ou usado como ingrediente para outros preparos, como o creme de milho, farofas, na composição de picadinhos e ensopados ou para fazer bolos, pudins, sorvetes e até sucos.

O tempo de cozimento varia de acordo com a idade da espiga. As mais velhas tendem a ter grãos mais duros e exigem um tempo maior, enquanto o milho bem verde, recém-colhido, cozinha rapidamente.

Outra vantagem do milho cozido é que ele congela bem. Assim, se tiver muitas espigas à disposição, retire as palhas e cabelos, cozinhe os milhos e debulhe os grãos. Congele os grãos em potes e, na hora de usar, basta aquecer para ele estar pronto para uso. Se for fazer pamonha, use a própria palha para envolver o milho fresco ralado e temperado com açúcar, leite, leite de coco, coco ralado… Amarre bem com um barbante de algodão ou um pedaço da própria palha e cozinhe em água fervente até ficar durinha. Fica gostoso e ainda é sustentável.

Você gosta de milho? Como costuma prepará-lo? Conte para mim! Estou no Facebook e também no Instagram.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.