Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Prepare diferentes versões de ragu e traga mais nutrientes para a mesa

Luciana Mastrorosa

2018-05-20T19:04:00

18/05/2019 04h00

O ragu é um molho denso à base de carnes e vegetais, de origem italiana. Geralmente de cozimento longo, além de saboroso, é uma forma de acrescentar proteínas, fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes aos pratos de todo dia.

Nas mãos da chef Silvana Porchat, do Nosso Ragu, essa receita se transforma em diferentes versões, mais rápidas de fazer, inclusive uma vegetariana, com muita berinjela, cenoura, cebola, abobrinha, tomate, ervas e até uma especiaria brasileira, a iquiriba, que tem um sabor amadeirado que lembra o da baunilha. Além da receita original, a chef prepara oito versões diferentes desse molho, sempre privilegiando ingredientes frescos e também sabores brasileiros. O ragu de porco, por exemplo, leva semente de puxuri, e o de camarão é preparado com cachaça.

Carnes, cogumelos, vegetais

O interessante do ragu é sua concentração de sabores e de nutrientes. Aqueles à base de carnes, como a receita tradicional, traz as proteínas e a gordura da carne bovina, mais o licopeno do tomate – um poderoso antioxidante, que contribui para prevenir a inflamação do organismo e o desenvolvimento de doenças crônicas, com ação anticâncer – vinho tinto, rico em polifenóis, além dos carotenoides da cenoura, das fibras e ação depurativa do aipo e das propriedades da cebola, que ajuda a fortalecer a imunidade e regular a glicemia. É um acompanhamento completo e pode ser servido com massas, como é tradicional, ou ainda com arroz, cuscuz marroquino ou mesmo sobre fatias de pão tostado. O importante é fazer uma base aromática com cenoura, aipo, cebola e bacon picadinhos, adicionar a carne e o vinho tinto e completar com molho de tomate fresco. Tempere com sal, pimenta-do-reino moída na hora (que traz picância e ajuda na absorção de outros nutrientes) e ervas a gosto, como manjericão, alecrim, tomilho e salsa (fontes de fibras e antioxidantes), e deixe cozinhar em fogo brando até os sabores ficarem apurados.

No caso da versão com vegetais, a riqueza de nutrientes fica por conta das vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes presentes nas hortaliças que entram na composição do molho. "Essa receita foi inspirada no ragu tradicional, especialmente para atender ao público vegetariano. Hoje em dia é muito comum ver ragu em várias versões, como a de cogumelos secos, que também é muito saboroso", diz a chef. "É um molho fácil de fazer e muito prático, feito com ingredientes naturais. Também dá para congelar", acrescenta ela.

O ragu tradicional pode ser preparado com carnes bovina, suína ou de aves, como o pato. Já o de cogumelos leva o fungo fresco ou seco, trazendo umami natural e também muita proteína – outra alternativa interessante para os vegetarianos e veganos. As versões vegetarianas, como a de legumes e a de cogumelos, têm um cozimento menos demorado que as receitas à base de carnes, que precisam de mais tempo para que fiquem no ponto perfeito. As carnes podem entrar picadas na ponta da faca ou mesmo moídas.

Abaixo, deixo uma receita da chef Silvana do ragu de vegetais e iquiriba. Fica pronto em pouquíssimo tempo e é uma forma excelente de acrescentar mais vegetais às refeições do dia a dia, trazendo mais sabor, saúde e nutrição para a sua mesa:

Ragu de vegetais e iquiriba, da chef Silvana Porchat, do Nosso Ragu

Ingredientes:

1 berinjela
1 cenoura
1 cebola roxa
1 abobrinha italiana
100 g de tomate-cereja
5 azeitonas chilenas
20 folhas de manjericão fresco
1/2 pimentão amarelo
5 dentes de alho inteiros com a casca
3 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem
3 sementes de iquiriba piladas
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:

Corte todos os vegetais em formato de triângulo de 3 cm de lado. Deixe o alho inteiro com a casca. Corte a azeitona em 4 partes, descartando o caroço . Unte uma assadeira com 1 colher (sopa) de azeite e coloque todos os ingredientes,  menos o tomate-cereja, o sal, a pimenta-do-reino e a iquiriba. Asse por 30 minutos no forno alto, a 200ºC, preaquecido. Retire a assadeira do forno, misture os vegetais com uma colher, acrescente o tomate-cereja e mais 1 colher (sopa) de azeite. Deixe por mais 10 minutos no forno ou até que os vegetais estejam assados. Quando estiver pronto, tempere com sal, pimenta-do-reino , a iquiriba pilada e regue com o restante do azeite. Sirva com massas, pão tostado, arroz, grãos ou cuscuz marroquino.

Você gosta de ragu? Costuma preparar essa receita? Conte para mim! Estou no Facebook e também no Instagram.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.