Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Ícone das festas juninas, amendoim é rico em proteínas e protege o coração

Luciana Mastrorosa

20/06/2019 04h00

Crédito: iStock

O amendoim, assim como o milho, o pinhão e a batata-doce, é um dos ícones das festas juninas. Seja puro, torrado ou em receitas como paçoca e pé de moleque, essa leguminosa da família das fabáceas (a mesma dos feijões) brilha nas quermesses. Além de ser barato e fácil de encontrar, o amendoim também está na época, o que o torna ainda mais fresco e acessível.

Rico em proteínas, que ajudam a compor a massa muscular, o amendoim também fornece uma boa quantidade de ácidos graxos monoinsaturados, do tipo ideal para proteger a saúde cardiovascular e prevenir doenças crônicas não transmissíveis, como a hipertensão e o câncer. Também é rico em substâncias antioxidantes, como o resveratrol, que trazem uma proteção extra para deixar as doenças crônicas afastadas.

Fonte de fibras, o amendoim prolonga a sensação de saciedade e ajuda a manter em dia a saúde dos intestinos. Por todas essas benesses, é um alimento que contribui para quem está em dietas de emagrecimento. Só não vale exagerar e ultrapassar o máximo de 30 gramas do alimento por dia, o que dá cerca de um punhado, pois esse é um alimento bastante calórico. Amendoim torrado, de preferência feito em casa, é perfeito para o lanche da tarde ou para incrementar pratos salgados e doces. Evite apenas os industrializados, que em geral contêm muito sódio, prejudicando os hipertensos, ou ainda podem ser carregados de corantes, açúcar e gorduras (alguns tipos de petiscos com amendoim são fritos em imersão e levam muito sal, nesses casos os benefícios acabam se perdendo um pouco).

Outra vantagem do amendoim é que ele contém minerais importantes para o bom funcionamento do organismo, como cálcio e fósforo, ideais para manter a saúde de ossos e dentes; magnésio, que atua no metabolismo; ferro para combater a anemia; e zinco, que beneficia o sistema cardiovascular e ainda contribui para prevenir o Alzheimer e outras doenças cerebrais degenerativas. Dentre as vitaminas, o amendoim fornece ainda as do complexo B, como a riboflavina (B2) e a tiamina (B1), que favorecem o metabolismo de gorduras, carboidratos e proteínas; e vitamina E, que atua como antioxidante.

Só fique de olho na hora da compra: o amendoim pode conter aflatoxina, uma substância que, ao longo do tempo, pode provocar danos hepáticos. Essa toxina é liberada por fungos que se desenvolvem caso o amendoim seja mal estocado. Assim, sempre que possível, procure na embalagem por selos de segurança que indiquem a qualidade do produto. Compre também o grão em pequenas quantidades, evitando estocá-lo por muito tempo no armário. Dessa forma, você garante que o amendoim esteja sempre fresco e seguro para consumo.

Amendoim na cozinha

O amendoim é um dos ingredientes mais versáteis de todos, brilhando em receitas doces e salgadas. Dos quitutes juninos, destacam-se a paçoca, o pé de moleque e o amendoim torrado, petisco que trafega bem das quermesses à happy hour.

Esse alimento pode ser consumido cru, in natura, tirado diretamente da casquinha, ou removido das cascas e torrado no forno. Depois de tostado, você pode temperar com o que quiser, desde um pouco de azeite com sal até misturas mais elaboradas, como curry, canela em pó, cardamomo, alecrim fresco ou seco, etc.

Com o amendoim torrado, você pode também produzir sua própria manteiga de amendoim. Basta bater os grãos tostados no processador com uma pitada de sal e um pouco de óleo (se quiser, use óleo de amendoim), até obter uma pasta. Essa manteiga é superproteica e um alimento ótimo para substituir a manteiga comum no café da manhã. Também fica excelente no preparo de doces, como brownie e biscoitos de chocolate, pois os sabores casam muito bem.

Os doces industrializados de amendoim costumam ter muito açúcar, mas é possível fazer receitas em casa que sejam mais equilibradas nos nutrientes. O amendoim torrado e moído vira uma farinha ótima para o preparo de bolos, cupcakes, tortas e pavês, e ainda pode ser usado para complementar mingaus e papas de aveia e outros cereais no café da manhã, além de polvilhados sobre saladas e pratos quentes, trazendo crocância e todas as benesses do amendoim para o prato.

Você gosta de amendoim? Qual é o seu prato junino preferido com esse alimento? Conte para mim! Estou no Instagram, me encontre por lá.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.