Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Cravo confere aroma e sabor e é antisséptico e anestésico natural

Luciana Mastrorosa

27/06/2019 04h00

Crédito: iStock

O cravo, também conhecido como cravo-da-índia, é uma especiaria nativa da Indonésia e usada no mundo inteiro para conferir aroma e sabor aos preparos, tanto doces quanto salgados. É um dos temperos mais empregados nos nossos doces juninos, trazendo um perfume característico ao arroz doce e à canjica, por exemplo.

Comumente usado inteiro, ou seja, na forma da gema floral seca, o cravo também é comercializado em pó. Dessa forma, porém, deve ser utilizado com mais cuidado, pois seu sabor é muito potente e pode sobressair aos demais alimentos da receita, dominando tudo e deixando um gosto desagradável.

O cravo é rico em óleos essenciais, como o eugenol, conhecido por suas propriedades antissépticas, antifúngicas, antivirais e anestésicas. Por isso, na medicina popular, por muito tempo foi usado para aliviar dores de dentes e ainda contribuir para um hálito fresco. Essa especiaria ajuda na circulação sanguínea, ativando o metabolismo e auxiliando a regular as taxas de colesterol, além de ajudar na digestão. Estudos apontam que o eugenol pode atuar ainda na prevenção de câncer do sistema digestório e combatendo a inflamação das articulações. O eugenol apresenta poder cicatrizante, sendo eficaz no combate e diminuição de bactérias bucais. Além disso, em termos medicinais, seus efeitos ajudam a tratar náuseas, gases e até diarreia. Por suas propriedades antibacterianas, o extrato obtido do cravo também pode reduzir o número de bactérias nocivas durante a armazenagem de bebidas, como sucos, leites e chás.

Em termos de saúde, o cravo ainda atua como expectorante – uma infusão feita com essa especiaria ajuda a aliviar a tosse e a soltar o muco dos pulmões. Só não exagere, pois é um condimento forte. Para quem está evitando o açúcar, o cravo, junto com a canela, agrega sabor e perfume e ajuda a diminuir o uso de açúcar nas receitas, como acontece com o uso de ervas e especiarias em pratos salgados, que auxiliam a usar menos sal nos preparos.

Usos do cravo na cozinha

Em termos culinários, o cravo é, como disse acima, muito usado para temperar doces, principalmente as frutas em calda e também arroz doce, canjica e outras sobremesas juninas cremosas. Combina com mingaus e purês e fica ótimo no curau de milho. Porém, também é uma delícia para aromatizar caldos caseiros de carnes, aves e legumes, trazendo antioxidantes e nutrientes. Bastam alguns cravinhos para agregar perfume e sabor aos preparos. Mesmo que seja na forma da flor seca, não precisa exagerar, para não deixar tudo com o gosto dessa especiaria.

Gosto de usar o cravo também numa mistura de condimentos para o preparo de ensopados, principalmente aqueles à base de legumes, carnes e aves. No curry indiano, com leite de coco ou creme de leite, fica delicioso. Caso implique em encontrar alguns cravinhos enquanto está comendo, pode colocar as especiarias todas num saquinho de gaze ou algodão fino e retirar o sachê após o cozimento. Fica ótimo também para condimentar sopas cremosas, carnes e legumes assados, principalmente se tiverem um caldo rico para hidratar tudo.

O cravo ainda faz parte de algumas misturas famosas de temperos, como a "cinq épices", ou "cinco especiarias", ao lado de pimenta de Sichuan, anis estrelado, canela e erva-doce. Entra ainda na composição dos curries e masalas indianos em pó, junto com especiarias como cúrcuma, gengibre, pimenta, cominho, pimenta da Jamaica, cardamomo, sementes de coentro, etc. Também é ingrediente fundamental no preparo do pão-de-mel – nesse caso, o melhor é usar a versão em pó, mas certifique-se de comprar uma especiaria de boa procedência, para garantir que haja apenas o cravo ali. E use com moderação!

Você costuma temperar suas comidas com cravo? Como prefere usar? Conte para mim! Estou no Instagram, me adicione por lá.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.