Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Ovo vegetal, feito de ervilhas, entra como substituto em várias receitas

Luciana Mastrorosa

02/11/2019 04h00

Divulgação

Nessa sexta-feira, dia 1º de novembro, celebrou-se o Dia Mundial do Veganismo. É inegável que esse movimento, ou estilo alimentar, que exclui o consumo de produtos de origem animal de qualquer tipo (até mesmo o mel) vem ganhando espaço em todo o planeta. Na esteira dessa mudança na forma de se alimentar e, por que não, também de mentalidade, muitas empresas vêm atualizando seus portfólios numa busca de atender a esse tipo de alimentação também chamada de "plant-based", ou, em bom português, "baseada em vegetais".

Um dos alimentos de que as pessoas mais têm dificuldade de abrir mão é o ovo, tanto pelo sabor quanto pela praticidade. É um alimento rico em proteínas e gorduras, e não exige mais do que cinco minutos para ser frito em um pouco de manteiga ou óleo. Além disso, é ingrediente fundamental para trazer maciez e estrutura para diversas receitas, como panquecas, bolos e pães. Pensando em oferecer uma substituição 100% vegetal para o ovo, o Grupo Mantiqueira (curiosamente, o maior produtor atual de ovos no país) desenvolveu o N.ovo, um produto "plant-based", como eles o definem, pensado exclusivamente para uso em receitas, não para consumo puro. O N.ovo tem como ingredientes principais a ervilha (amido e proteína), a linhaça dourada e um mix de fermentos.

O produto vem em uma simpática caixinha de papelão, similar às usadas para acondicionar os ovos tradicionais. Uma embalagem com 132 gramas rende o equivalente a 12 ovos. Uma porção de 11 gramas, por exemplo, substitui um ovo nas receitas e oferece 3% de proteínas, 1% de carboidratos e 2% de gorduras totais. Dentre os minerais, essa quantidade do produto possui 9% de sódio e 39% de fósforo. Para ser utilizado nas receitas, o N.ovo precisa ser diluído em água – para acertar na dose, a embalagem acompanha uma colher medidora.

Usos culinários para o "ovo" vegetal

A alternativa é interessante não apenas para quem já leva uma alimentação baseada em vegetais, mas também para quem tem alergia ao ovo e não pode consumir esse produto. Assim, o N.ovo pode ser uma opção para o preparo de algumas receitas bem clássicas, principalmente panquecas, bolos, pães, tortas e bolos salgados. Dá para fazer até bolinho de chuva, com a textura idêntica à da receita original. Testei a receita de panquecas em casa e, de fato, o resultado é agradável, macio, sem gosto residual de ervilhas ou de linhaça.

Observei que, no caderninho de receitas que acompanha o produto, a maioria delas – quando exige forno e, consequentemente, crescimento da massa – leva também vinagre de maçã, possivelmente para reagir com os fermentos contidos no N.ovo, provocando uma reação de crescimento e deixando a massa aerada e fofinha. No caso das panquecas, que não precisam crescer muito, esse ingrediente não entrou na receita.

Deixo abaixo a receita de panquecas feitas com o N.ovo, caso queira testar o produto. Se já conhece, me conta no Instagram o que achou, vou adorar saber!

Panqueca Doce com ovo plant-based, da N.ovo

Ingredientes:

1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
1/2 xícara (chá) de morangos bem maduros, picados
1 colher medida de N.ovo
2/3 de xícara (chá) de água
1/3 de xícara (chá) de açúcar demerara
2 colheres (sopa) de óleo de girassol

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes em uma tigela e misture bem. Com uma concha, coloque a massa em uma frigideira antiaderente. A quantidade de massa deve ser proporcional ao tamanho desejado para a panqueca. Quando estiver firme, vire e deixe firmar do outro lado. Sirva as panquecas acompanhadas de frutas, como os morangos maduros, ou ainda melado de cana, pasta de amendoins ou de castanhas.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.

Blog Menu do Dia