Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Começando os preparos natalinos: aprenda a fazer biscoitinhos de gengibre

Luciana Mastrorosa

09/12/2017 08h00

Biscoitinhos natalinos com gengibre e especiarias (foto: iStock)

Tenho sentimentos dúbios em relação ao Natal. Ao mesmo tempo que adoro celebrar com a família e amigos e amo as comidas todas (sim, até uva passa), sempre bate uma nostalgia estranha. Então, mesmo sabendo que às vezes a festa não sai como a gente quer, sempre tento focar em duas coisas: amizade e, claro, as comidinhas. Na minha família, a gente sempre prepara crôstoli, uma friturinha doce coberta com mel, tradição que veio direto das vovós italianas. Mas, todo ano eu gosto de fazer alguma receita diferente, bolos, biscoitos, panetones. E, com criança em casa, é muito divertido fazer biscoitinhos, porque vão ao forno e os pequenos podem ajudar a cortar a massa em formatos variados. Eu curto o tradicional gingerbread, aquela massa cheia de especiarias e gengibre, que se usa para fazer casinhas, estrelas, bolas e o clássico bonequinho. As forminhas para cortar a massa são baratas e mesmo as de plástico funcionam superbem! O mais gostoso é decorar: você pode usar o tradicional glacê real, à base de clara de ovo e açúcar impalpável, ou cobrir com chocolate derretido, fondant, etc. A decoração também é livre: pode usar ou não corante alimentício para variar as tonalidades e acrescentar confeitos de todo tipo.

Qual receita é melhor?
Já diz diversas receitas diferentes, com açúcar branco ou mascavo, melaço, mel, até com glucose de milho funciona. Eu vou deixar aqui com você uma receita que considero bem básica e fácil – e é cheirosa de tudo, a casa fica superperfumada, adoro! O segredo está em deixar a massa secar bem, esfriar e logo acondicionar em potes bem vedados, senão o biscoito fica mole.

Não tenha medo de errar: se os biscoitos ficarem ainda macios ou meio pálidos, é só voltá-los ao forno e assar um pouco mais. Mas lembre-se de colocar a cobertura apenas quando eles estiverem bem frios, e deixá-la secar e endurecer antes de servir (ou guardar em pote hermético).

Meus biscoitinhos com glacê real: traço torto, produção feliz

Biscoitos natalinos de gengibre com glacê

Rendimento: 50 biscoitos pequenos

Ingredientes:

125 g de manteiga sem sal (você pode medir no próprio tablete, é só considerar que o tablete tem 200 g)
2 colheres (sopa) de mel ou melaço de cana ou glucose de milho
3/4 xícara (chá) de açúcar refinado
1 ovo batido
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 pitada de sal
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
2 colheres (chá) de gengibre em pó
1 colher (chá) de canela em pó
Glacê para decorar

Preaqueça o forno numa temperatura bem baixa (cerca de 150ºC). O meu forno não tem controle preciso de temperatura, então eu coloquei na menor possível e funcionou bem. Unte delicadamente com manteiga uma forma rasa grande, suficiente para acomodar bem os biscoitos. Eles não crescem muito, então podem ficar próximos, mas não grudados. Reserve. Derreta a manteiga e o mel juntos em uma panela pequena, em fogo baixo. Quando derreter, retire do fogo, transfira para uma tigela grande e adicione o açúcar e o ovo batido. Misture bem.

Adicione a farinha peneirada aos poucos, o sal, o gengibre e a canela e mexa bem. Acrescente o bicarbonato de sódio e misture mais um pouco. Fique de olho na quantidade de farinha: eu indiquei três xícaras, mas isso pode variar. O importante é você obter uma massa macia, fácil de abrir e trabalhar, mas que não seja molenga demais nem grudenta. Coloque a massa numa superfície polvilhada com farinha e vá amassando tudo até formar uma bola.

Corte a bola de massa em três partes e abra uma por vez, com um rolo de macarrão, até ficar bem fina. Se o dia estiver muito quente, pode embalar os pedaços de massa em filme plástico e colocar por 10 minutos na geladeira antes de abrir. Polvilhe sempre farinha no rolo e na superfície onde a massa será aberta, para não grudar.

Corte a massa com cortador em formato de bonequinho ou qualquer outra forma que preferir. Transfira-os cuidadosamente para a forma untada e leve-os para assar. Eu assei em três levas diferentes, porque essa massa rende bastante (depende, claro, do tamanho do cortador que você estiver usando). Como cada forno é regulado de um jeito, vá observando se os biscoitos estão assados a partir dos 10 minutos. Em casa, eles costumam ficar do jeito que eu gosto em cerca de 25 minutos. Os biscoitos estão prontos quando estiverem bem dourados e crocantes, quase marronzinhos. Deixe esfriar um pouco, transfira para uma grade e reserve. Enquanto isso, prepare o glacê.

Glacê real para biscoitos
1 a 2 claras (se o ovo for pequeno, use 2)
150 g de açúcar impalpável (próprio para confeitaria)
1 pitada de sal
1 colher (chá) de suco de limão ou extrato de baunilha
Corante alimentício (opcional)

Bata as claras numa batedeira e adicione o limão (ou baunilha), o sal e o açúcar. Continue batendo em velocidade média até misturar bem e obter um creme branco e uniforme. Se preferir, adicione uma pitada de corante alimentício de sua preferência. Coloque num saco de confeitar com bico muito fino e use logo em seguida para decorar seus biscoitos.

Deixe secar bem o glacê antes de guardar os biscoitinhos e, se sobrar glacê, use-o em outro preparo na hora, não guarde para o dia seguinte.

  • Dica 1: se não tiver aquele saco próprio de confeitar, use um pedaço de papel-manteiga retangular para formar um cone. Preencha o cone com o glacê, corte a pontinha (se necessário) e utilize normalmente para decorar.
  • Dica 2: não gosta de glacê real nem de clara de ovo? Use chocolate branco derretido em banho-maria (cuidado para não queimar) e decore os biscoitos como preferir. Pode colocar confeitos, pequenas balinhas, granulado, uvas passas, castanhas, etc.
  • Dica 3: pode substituir as especiarias por aquelas que mais te agradarem. Estes biscoitos, de massa tradicionalmente chamada de “gingerbread”, levam gengibre em pó por definição. Mas nada impede de acrescentar canela, baunilha, noz-moscada, cardamomo moído e até um toque de pimenta-preta. O resultado fica muito bom!

Independentemente da receita, o mais importante é você criar suas tradições natalinas, preparar as comidinhas que trazem conforto, carinho e aconchego. O que é tradicional na sua casa no Natal? Me encontre nas redes sociais e conte tudo, quero saber!

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.

Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Blog Menu do dia
Topo