menu
Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Matchá auxilia no emagrecimento, é anti-câncer e protege o coração

Luciana Mastrorosa

22/09/2018 04h00

Crédito: iStock

Diversos estudos vêm apontando o chá verde, extraído da Camellia sinensis, planta de origem chinesa, como um alimento funcional capaz de auxiliar a saúde de diversas formas. Como é rico em antioxidantes, como os polifenóis, apresenta bioatividade importante para combater males como diabetes, inflamações, doenças degenerativas, câncer e doenças cardiovasculares. Dentre os antioxidantes que mais se destacam nesse alimento estão as catequinas, que vêm sendo diretamente relacionadas com os benefícios para a saúde trazidos pelo consumo do chá verde.

Além das folhas para fazer a infusão, existe uma outra versão desse produto, em pó, conhecida como matchá. Muito usada na tradicional cerimônia japonesa do chá, esse produto vem sendo descoberto pelos chefs de cozinha e transformados em receitas variadas, principalmente de doces. Com uma cor verde intensa, traz às preparações mais cor, aroma, sabor, com todos os benefícios em termos de antioxidantes.

E o melhor de tudo: um dos diferenciais do matchá é justamente sua concentração ainda maior de catequinas. Por isso, seu consumo regular, seja na forma de bebidas ou em sucos, vitaminas, sobremesas e pratos quentes pode inibir o desenvolvimento de doenças crônicas, ajudar a controlar o colesterol, melhorar o estado geral de quem é portador de câncer (em particular de estômago e intestino), combater os males causados pelo cigarro e ainda ajudar quem está passando por dietas de emagrecimento. Vale lembrar que, como no caso de todos os alimentos funcionais, é importante sempre consultar seu médico ou nutricionista antes de incorporar algo novo em sua dieta.

O matchá também é rico em vitamina K, que exerce função anti-coagulante, e possui cafeína, ou seja, ajuda o cérebro a despertar e traz disposição. Por isso, um dos preparos que vêm se tornando mais conhecidos é o matcha latte: em vez do seu café com leite de todo dia, experimente dissolver uma colher pequena de matchá no leite quente (animal ou vegetal). Adoçado ou não, fica uma delícia no café da manhã e ajuda a dar um gás para as atividades do dia.

Mousse de chocolate branco e matchá do chef Uilian Goya (foto: Henrique Peron/ divulgação)

Formas de uso na cozinha

Como disse acima, o uso do matchá tem se ampliado também na cozinha, não apenas por seus aspectos saudáveis, mas também pelo seu sabor marcante e agradável. O chef Uilian Goya, que acabou de assumir a cozinha do Izakaya Taka Daru, em Pinheiros, na capital paulista, é um dos amantes do matchá na culinária. Em seu restaurante, uma das estrelas do menu é a sobremesa chamada Viagem do Goya, composta por uma mousse de chocolate branco elaborada com matchá, molho teriyaki e flor de sal.

Conversei com o chef para pegar algumas dicas para o Menu do Dia sobre como ampliar o uso do matchá na cozinha e, assim, diversificar as formas de consumo desse poderoso alimento:

No tempura: sabe aquela fritura sequinha, típica de restaurante japonês? O chef usa o matchá para temperá-la, tanto na versão de legumes quanto na de camarão. "Normalmente, usa-se o molho clássico de gengibre, nabo e cebolinha para condimentar o tempura, mas pode-se preparar uma mistura seca de matchá e sal para servir junto, é bem clássico e requintado", diz ele.

Em pratos quentes: dá para colocar o chá verde em pó até no gohan, o arroz japonês. "Depois de lavar e colocar a água para cozinhar o arroz, é só adicionar entre 10g e 20g para o processo de cozimento", conta o chef. "Dissolvendo o chá na água, o arroz ficará verde e manterá o perfume do matchá".

Na confeitaria: na hora da sobremesa, o matchá pode ser utilizado em preparos como mousse, sorvete, pudim, brigadeiro, bolo, crepes… "Em criações mais neutras, ele agrega muito sabor", afirma o chef. Como tem um ligeiro amargor, combina particularmente bem com preparações cremosas, como creme de confeiteiro, chantilly, bolos de baunilha, ganaches de chocolate branco, etc. Além disso, o matchá pode ser usado também para finalizar as sobremesas, polvilhando-se uma camada fina sobre bolos, por exemplo. "Com seu aspecto mais amargo, o sabor do chá acrescenta textura ao paladar, mas deve ser usado em quantidades moderadas, como um toque final mesmo".

Você já provou matchá ou só o chá verde em infusão? Qual dos dois prefere? Conte para mim! Estou no Facebook e também no Instagram.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.