menu
Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Faça sua própria granola (doce e salgada), economize e ganhe em saúde

Luciana Mastrorosa

07/04/2018 08h00

Crédito: iStock

Não é nenhuma novidade que fibras fazem bem à saúde e são necessárias no dia a dia, principalmente para o bom funcionamento do intestino. E, sempre que a gente pensa nelas, lembra de aveia, granola, muesli e afins, certo? Eu adoro granola, mas raramente compro aquelas prontas que vêm em pacotão. Primeiro, porque são caras. Segundo porque são doces demais e com o equilíbrio entre os ingredientes nem sempre legal. Muito mais aveia do que eu gostaria e as castanhas são raras, fora as frutas secas. Quando encontramos alguma acima da média em frescor, ingredientes e sabor, são bem caras e não funcionam para alimentar uma família.

Então, qual a saída? Fazer sua própria granola! Antes que você reclame que dá trabalho e não tem tempo, já adianto que o preparo é relativamente rápido, a riqueza de sabor é grande e o preço certamente será mais em conta. Isso porque você mesmo escolhe os produtos que vai colocar na receita, o equilíbrio entre eles, a qualidade dos cereais e castanhas, enfim, tudo!

Separei duas receitas infalíveis, uma de granola doce, outra salgada. Caso ainda não tenha provado granola salgada, essa é sua oportunidade. É uma delícia! Gosto principalmente na salada, pois traz uma gama de sabores muito interessante para um mix de folhas verdes ou dar uma graça a mais nos seus legumes cozidos (veja meu post sobre cozimento de legumes e verduras para acertar no ponto).

Gosto de usar a aveia como base para minhas granolas porque é um cereal muito saboroso, rico em fibras e que ajuda a trazer saciedade e reduzir o colesterol, além de ter um preço bem acessível. A mistura com castanhas e oleaginosas contribui com gorduras de ótimas qualidade, e as frutas secas adicionam uma leve doçura. No caso da granola salgada, os flocos de milho trazem um crocante agradável e as sementes de linhaça dão aquela força no ômega-3. Enfim, uma comida deliciosa e ainda rica em nutrientes para ter sempre na mesa. Vamos lá? Faça e depois me conte!

Granola caseira salgada

Provei a versão salgada da granola pela primeira vez no meu curso de cozinha, lá em 2008, com a chef Carole Crema. Ela fez uma tão crocante e maravilhosa que todos os alunos se apaixonaram de cara! Minha forma favorita de comer esse produto é na salada, como já expliquei, mas você também pode usar para fazer crosta em peixes, salpicar sobre carnes grelhadas, usar para empanar bolinhos assados, fazer tortas e bolos salgados, etc.

Depois de pronta, acondicione a granola em pote de vidro bem fechado. Ajuda ela a permanecer com a textura crocante e dura por cerca de sete dias. Claro, fique de olho: se notar sinais de mofo, um cheiro estranho ou a presença de carunchos, jogue fora.

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de aveia em flocos grossos
  • 1/2 xícara (chá) de semente de girassol crua e sem casca
  • 1/4 xícara (chá) de castanha de caju picada
  • 2 colheres (sopa) de linhaça dourada ou marrom
  • 2 colheres (sopa) de gergelim branco ou preto (ou um mix dos dois)
  • 1 xícara (chá) de flocos de milho sem açúcar
  • 1 a 2 colheres (sopa) de azeite de oliva ou óleo de coco (ajuste de acordo com seu gosto)
  • 1/2 colher (chá) de sal marinho ou a gosto
  • Temperos a gosto: pimenta-do-reino, páprica, cúrcuma, noz-moscada ou outro de sua preferência (comece com uma pitada da sua especiaria favorita e vá experimentando)

Modo de preparo:

Preaqueça o forno em temperatura média (180°C) por 10 minutos. Ponha os ingredientes em uma assadeira grande, menos os flocos de milho, e misture muito bem com uma colher, fazendo com que o azeite ou óleo de coco se espalhe bem por toda a mistura. Se o óleo de coco estiver muito duro, você pode amorná-lo ligeiramente antes de misturar aos ingredientes, para deixá-lo líquido novamente (sem ferver).

Com tudo bem misturado, prove os temperos e corrija o sal e as especiarias. Se preferir, ajuste também as quantidades dos ingredientes principais ao seu gosto. Espalhe a mistura de maneira uniforme em toda a assadeira, formando uma camada fina. Leve a assadeira ao forno e asse por cerca de 5 minutos. Abra o forno, misture tudo e volte ao forno por mais 5 minutos. Repita o processo até os ingredientes ficarem bem dourados e crocantes.

O importante é ficar de olho, pois cada forno funciona de um jeito e você não quer queimar sua granola, nem deixá-la murcha. Quando tudo estiver no ponto, retire do forno e deixe esfriar completamente antes de juntar os flocos de milho. É importante que todos os ingredientes estejam bem sequinhos. Acondicione sua granola em um pote de vidro fechado e guarde em local fresco e seco.

Granola caseira doce

Fica uma delícia no café da manhã, no lanche da tarde e até quando bate aquela fominha matreira à noite. Vai bem com leite, leites vegetais, iogurte, frutas… Com banana e tahine (pasta de gergelim), é um lanche perfeito para o dia a dia, e até as crianças vão curtir levar para a escola. Também fica gostosa como ingrediente para bolos, muffins, tortas doces e pãezinhos de minuto. Em pote bem fechado, dura cerca de uma semana. Eu prefiro vidros com tampas herméticas, para garantir que a granola continue crocante, mas pode acondicionar em potes plásticos de qualidade, se preferir.

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de aveia em flocos grossos
  • 1/2 xícara (chá) de avelã sem casca
  • 1/2 xícara (chá) de lascas de amêndoa ou amêndoas inteiras sem casca
  • 1/2 xícara (chá) de coco seco (sem açúcar)
  • 1/3 xícara (chá) de castanha-do-pará inteiras ou em metades
  • 1/2 xícara (chá) de uvas passas brancas
  • 1/2 xícara (chá) de uvas passas pretas
  • 1/4 xícara (chá) de cranberry desidratado ou damasco seco picado
  • 3 colheres (sopa) de açúcar mascavo
  • 1/3 de xícara (chá) de mel
  • Pedaços de maçã seca a gosto (opcional)
  • 2 colheres (sopa) de óleo de coco ou óleo vegetal
  • Especiarias a gosto: canela em pó, noz-moscada, gengibre em pó, cardamomo ou outra de sua preferência (comece com 1/2 colher de chá da sua especiaria favorita e vá ajustando de acordo com seu gosto)

Modo de preparo:

Preaqueça o forno médio (180°C) por 10 minutos. Enquanto isso, forre uma assadeira grande com papel-manteiga. Misture os ingredientes secos (aveia, castanhas, especiarias, açúcar), menos as frutas secas, e coloque na forma. Aqueça o mel, em fogo baixo, junto com o óleo, até ficar liso e despeje essa mistura sobre os ingredientes da forma. Misture tudo e espalhe bem sobre a forma, em uma camada única e uniforme. Leve ao forno e asse por cerca de 30 a 40 minutos, mexendo sempre (a cada 10 minutos é o ideal). A granola precisa ficar seca e crocante, tome cuidado com a temperatura e o tempo de forno para não queimar. Adicione as frutas secas, misture, deixe esfriar completamente e coloque a granola em pote bem fechado de vidro.

Algumas dicas extras:

  • Seja doce ou salgada, a granola é uma receita muito versátil: acolhe todos os gostos. Por isso, você pode substituir os ingredientes e ajustar as proporções de acordo com sua preferência. Em vez de mel, também pode usar melaço de cana ou xarope de agave. As oleaginosas podem variar entre nozes, avelãs, amêndoas, castanha de baru, castanha-do-pará e de caju, amendoim… Pode adicionar ainda linhaça, chia, frutas secas dos mais variados tipos, nibs de cacau, gotas de chocolate amargo. Teste suas combinações e varie sua granola toda semana.
  • Compre os ingredientes a granel, em locais de confiança. As castanhas são ótimas fontes de gordura de qualidade, mas precisam estar frescas e bem acondicionadas para não ficarem rançosas. Além disso, a aveia, este cereal incrível que ajuda a trazer saciedade e baixar o colesterol, é o paraíso dos carunchos e outros bichos, assim como as sementes de girassol. Cansei de comprar em lojas que não conhecia e, em poucos dias, ver larvinhas arruinarem meus ingredientes – o resultado você já sabe: lixo.
  • A granola salgada fica com os ingredientes mais soltos, enquanto a doce forma gruminhos por causa do mel e do açúcar. Você pode escolher entre deixar sua granola bem pedaçuda, com ingredientes inteiros (castanhas, principalmente), ou com acabamento mais fino, com tudo picado miúdo. Vai do gosto.
  • Faça a granola em quantidade suficiente para você ou sua família consumirem em poucos dias, assim você garante que ela esteja sempre crocante e fresquinha.
  • E, por fim, moderação é a chave: granola é uma delícia e é saudável, mas também é bastante calórica. Então, procure comer pequenas quantidades para garantir os benefícios e ter muito prazer nas refeições, sem se empanturrar demais.

Você curte granola? Já fez em casa alguma vez? Me conta! Estou no Facebook e também no Instagram.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.