PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Rico em betacaroteno, azeite de dendê também tem gorduras boas, saiba usar

Luciana Mastrorosa

11/01/2020 04h00

Crédito: iStock

O azeite de dendê é uma das joias da culinária brasileira, em particular da cozinha baiana. É ele que dá o sabor, aroma e cor característicos de pratos como acarajé e moquecas. Extraído do fruto da palmeira, é um óleo muito rico em betacarotenos, que lhe conferem uma cor vermelha intensa, algumas vezes alaranjada. Os carotenoides são precursores da vitamina A, ajudando a proteger a visão e, também agindo como antioxidantes. Ou seja, auxiliam o organismo a combater a inflamação, evitando o envelhecimento precoce e o desenvolvimento de doenças crônicas como diabetes, problemas cardiovasculares e hipertensão.

O perfil lipídico do azeite de dendê é muito interessante: embora ele seja fonte de ácidos graxos saturados, também oferece uma quantidade quase equivalente de ácidos graxos mono-insaturados (os mesmos presentes no azeite de oliva, por exemplo, e que ajudam a proteger a saúde cardíaca), com uma parcela pequena de ácidos graxos poli-insaturados. Além disso, oferece ainda vitamina E, que também age como antioxidante, além de niacina (vitamina B3), que ajuda a manter o equilíbrio da pele e do sistema nervoso, auxiliando ainda na saúde do sistema digestório (e participando do processo de digestão e absorção de carboidratos, proteínas e gorduras).

Como todo óleo, é bastante calórico: tem 9 calorias por grama. Por isso, deve ser usado com moderação. E, como tem sabor e aroma muito intensos e bastante particulares, pode ficar enjoativo se for usado em excesso nas receitas.

Como usar o azeite de dendê

O azeite de dendê pode ser utilizado para fritura (costuma-se fritar o acarajé diretamente no dendê bem quente, dando a ele uma consistência ainda úmida e macia por dentro, mas bem crocante e sequinha por fora). Mas, se você não está acostumado, use o azeite de dendê, em pequenas quantidades, na hora de finalizar os pratos ou durante a cocção.

O dendê combina muito com os pratos da cozinha baiana, como já citei acima. A moqueca, na versão baiana, leva leite de coco e é finalizada com esse óleo e bastante coentro picado (a erva é fundamental, trazendo um frescor ao prato). Deixo, no final do texto, uma receita de moqueca vegetariana, que o restaurante Consulado da Bahia, em São Paulo, compartilhou com o Menu do Dia). O azeite de dendê fica uma delícia também para preparar bobó de camarão, que leva, além do crustáceo e muitos temperos, uma base de mandioca cozida. Pratos com arroz, legumes e alguma proteína, principalmente o frango e o peixe, também combinam muito bem com o sabor intenso do dendê. Novamente, se você não está acostumado com esse tipo de óleo, experimente adicionar pequenas quantidades e vá ajustando de acordo com seu paladar.

Vale comprar o azeite de dendê em vidros pequenos, para que ele se mantenha sempre fresco. Procure mercados e empórios de confiança, preferindo o dendê mais puro possível, sem misturas com outros óleos vegetais.

Ficou com vontade de provar? Experimente esta moqueca vegetariana do Consulado da Bahia. Além do sabor delicioso do dendê, tem ainda uma boa quantidade e variedade de legumes, tornando o prato mais leve e rico em fibras, vitaminas e minerais:

Moqueca Vegetariana, do Consulado da Bahia

Rendimento: duas porções

Ingredientes do molho:

6 tomates maduros
2 cebolas

Ingredientes da moqueca:

2 tomates
1 cebola
1 batata
1 cenoura
1 chuchu
2 bananas da terra (médias)
150 g de brócolis
3 colheres (sopa) de azeite de dendê
1 colher (sopa) de óleo de girassol
250 ml de leite de coco
Coentro a gosto
Sal a gosto

Modo de preparo:

Molho:

Corte os tomates e as cebolas em 4 partes e cozinhe-os em uma panela com água fervente e 1 colher (sopa) de óleo por 10 minutos. Escorra a água e bata os tomates e as cebolas no liquidificador até ficar cremoso, com ponto de molho. Coe e reserve.

Moqueca:

Corte a batata, a cenoura o chuchu e o brócolis em pedaços médios e cozinhe-os em água fervente, até começarem a ficar macios. Escorra e reserve.

Em uma panela (de preferência, de barro), coloque o molho de tomate, o leite de coco, o azeite de dendê e o coentro. Tempere com sal a gosto e misture bem. Leve a panela ao fogo médio e, assim que ferver, deixe encorpar por cerca de 10 minutos. Acrescente, então, os legumes já cozidos e a banana da terra em rodelas. Finalize com o tomate e a cebola fatiados finamente. Deixe cozinhar em fogo baixo por 10 minutos e sirva.

Você gosta de azeite de dendê? Costuma utilizá-lo na cozinha? Conte para mim! Estou no Instagram, me adicione por lá.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.

Blog Menu do Dia