PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Erva-mate é rica em antioxidantes e cafeína, veja como preparar a infusão

Luciana Mastrorosa

13/02/2020 04h00

Crédito: iStock

A erva-mate é muito usada no Brasil para o preparo de infusões, bebidas geladas com frutas e também do chimarrão, típico da região Sul do país. Embora não seja ainda tão comentada como o chá verde em relação às suas propriedades nutricionais, o mate oferece inúmeros benefícios para a saúde, principalmente em termos de antioxidantes, como os polifenóis. Também ajuda a dar aquele pique no dia a dia, por conta da presença de cafeína.

Como sempre comento por aqui, os antioxidantes são fundamentais para o organismo, pois ajudam a combater as inflamações geradas no corpo por um estilo de vida pouco saudável ou uma alimentação com excesso de gorduras, açúcares, sal e produtos industrializados, como salgadinhos, refrigerantes, guloseimas, etc (sem contar o estresse do dia a dia).

Fato é que o mate vem sendo explorado por suas propriedades nutricionais e também pelo grande potencial que oferece em termos de sabor. Atualmente, profissionais como Carla Saueressig, especialista em chás, organiza a Caravana do Mate, no Rio Grande do Sul, um dos principais produtores de mate no país. A terceira edição ocorre no próximo mês de maio.

A caravana leva os apaixonados por mate a descobrir um pouco mais de seus aromas e sabores (e também de sua produção) no sul do Brasil, mais especialmente na cidade de Ilópolis. Como Carla explicou ao Menu do Dia, a cidade de Ilópolis é chamada dessa forma por causa do nome científico do mate –Ilex paraguariensis. Durante o roteiro, os participantes visitam plantações e podem provar a erva processada de diversas formas. E, agora, Carla e outros profissionais especializados em chá vêm desenvolvendo uma novidade: um tipo de mate em pó, como o matchá – o pó de chá verde japonês, muito fino e delicado, riquíssimo em antioxidantes.

"Ainda não temos uma produção em grande escala, demoramos um tempão até conseguir um moinho de pedra para obter o mate em pó como a gente queria", diz Carla. "Porém, já estamos comercializando o pouco que temos e mostrando o produto para chefs de cozinha e nutricionistas, para aplicação em receitas, assim como acontece com o matchá", afirma. O grande diferencial do produto é que ele, além de ser nacional, apresenta as mesmas (ou até mais) propriedades nutricionais do matchá, como o alto teor de antioxidantes. "Mas tem ainda um outro diferencial, seu sabor é bem menos amargo e mais agradável", diz Carla.

Além do mate em pó, as equipes estão desenvolvendo outras formas de comercializar a erva, como na versão pura folha, mais indicada para tomar como chá do que como chimarrão. São novidades que estão para chegar ao mercado, mas que prometem mudar a forma como consumimos a erva-mate hoje.

Como disse mais acima, os compostos fenólicos se destacam dentre os benefícios nutricionais da erva-mate, que também contém um teor considerável de metilxantinas e saponinas, além de antocianinas, flavonóides, um pouco de carboidratos, vitaminas e carotenoides.

A cafeína é a principal xantina encontrada nessa bebida, seguida da teobromina. Por conta da presença dessas substâncias, as bebidas preparadas com a erva-mate dão energia e disposição, ajudando a despertar e a manter o estado de alerta.

Como preparar sua bebida de erva-mate

As novidades à base de erva-mate ainda são difíceis de encontrar fora da região Sul, mas há boas marcas em todo o Brasil que oferecem essa erva tanto para o chimarrão quanto para o preparo em infusão. Fora dos estados do Sul, há produção do mate também no Mato Grosso do Sul. Por ali, a erva é consumida como tererê.

Para preparar o seu chazinho em casa, Carla recomenda usar 13 gramas da erva por litro de água, numa temperatura aproximada de 90 ºC, com tempo de infusão de cerca de 5 minutos. Isso já é suficiente para extrair um bom sabor da erva, sem deixar a bebida amarga. Em geral, usa-se a erva-mate verde para o chimarrão (basta colocar a erva na cuia e adicionar água quente) e a erva-mate tostada para infusões.

Se gostar de sabores diferentes, procure adicionar outras ervas, frutas secas e até flores na infusão com mate. Rodelas de laranja e limão, fatias de pêssego e flores secas, como rosa, camomila e lavanda, vão muito bem com o sabor ligeiramente amargo e potente do mate.

Para os que gostam de bebidas frias, prepare a infusão e deixe esfriar. Depois de fria, adicione gelo e frutas picadas, como pêssego, maçã, ameixa, abacaxi picadinhos e suco de limão. Delicioso para tomar no verão e não precisa nem adoçar! É uma forma de substituir com sucesso os refrigerantes e sucos artificiais no dia a dia, garantindo não apenas um ótimo sabor, como também a dose diária de antioxidantes.

Você curte erva-mate? Costuma consumir infusões e chimarrão com essa erva? Conte para mim! Estou no Instagram, me adicione por lá.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.

Blog Menu do Dia