PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Gosta de lasanha? Aprenda a fazer versões com vegetais no lugar da massa

Luciana Mastrorosa

07/03/2020 04h00

Crédito: iStock

Fim de semana chegou e uma lasanha sempre cai bem. Para os que também amam esse prato de origem italiana, mas querem ou precisam evitar as massas, vale preparar versões com vegetais.

O princípio é o mesmo: usar lâminas de legumes ou verduras, como abobrinha, berinjela e abóbora, intercaladas com molho de tomate, bolonhesa, branco ou outro de sua preferência, mais queijo. Depois, levar tudo ao forno para gratinar. Só que sem a massa, ou seja, as hortaliças entram para substituí-la.

O interessante dessas versões é que a quantidade de fibras ingerida aumenta bastante, além da ingestão de vitaminas, minerais e compostos bioativos. Os legumes e verduras são ricos nessas substâncias que nutrem o corpo e ainda ajudam a combater o envelhecimento precoce, prevenir a osteoporose e doenças crônicas, como hipertensão, diabetes e câncer.

E, se você não é muito fã de hortaliças, essas lasanhas com base de vegetais são uma forma alternativa de ingerir esses alimentos, pois eles ganham muito em sabor acompanhado dos molhos e queijos.

O que usar no lugar da massa?

Tiras finas de berinjela são uma alternativa clássica para as lasanhas de legumes, mas outras opções também ficam muito saborosas, principalmente a abobrinha e a abóbora (use aquela comprida, que permite fazer lâminas grandes, facilita na hora da montagem).

Rica em fibras solúveis, a berinjela ajuda a equilibrar a taxa de glicemia, favorecendo quem tem diabetes. A abóbora é fonte de betacaroteno, que combate a inflamação do organismo e protege os olhos e a visão. Já a abobrinha, além da cor verde linda, tem um sabor muito neutro, que agrada até as crianças e recebe bem qualquer tipo de molho. Rica em fibras e em água, é pouco calórica e muito indicada para pessoas que estão em dietas de emagrecimento. Também contribui com um pouco de cálcio, ajudando a manter a saúde óssea.

No caso desses três legumes, como são delicados, não é necessário aferventá-los antes de montar a lasanha (a menos que você queira os legumes bem molinhos). Só a berinjela que recomendo passar por um procedimento especial: esfregue as tiras finas, cortadas no sentido do comprimento (com casca e tudo) com um pouco de sal. Deixe-as sobre uma peneira e aperte de vez em quando, para soltar o líquido. Depois de uns 30 minutos, lave-as em água corrente e seque-as bem. Já estão prontas para a montagem.

Outras substituições possíveis para a massa da lasanha são as verduras de folhas firmes, como repolho, acelga e até couve. Nesse caso, gosto de fazer um branqueamento: coloque as folhas bem limpas e previamente higienizadas por 1 minuto na água fervente. Escorra-as e coloque-as em seguida na água com gelo. Isso é o suficiente para amolecer um pouco as fibras e permitir que as folhas fiquem mais fáceis de moldar na forma de lasanha. Essas verduras, além de contribuírem com uma grande quantidade de fibras, também fornecem compostos ricos em enxofre.

Uma vantagem extra é que as verduras são pouquíssimo calóricas, mas garantem a saciedade por conta da quantidade de fibras. Então, pessoas que seguem dietas low carb (pobres em carboidratos) ou de emagrecimento se beneficiam bastante com as lasanhas feitas com verduras.

Como montar sua lasanha vegetal

A função da massa na lasanha é garantir a estrutura, com sabor neutro, que se mescle bem ao molho e aos outros complementos. Os legumes e as verduras que sugeri aqui cumprem a mesma função, mas não oferecem tanta cremosidade quanto a da massa cozida.

Então, se você gostar muito desse aspecto mais cremoso, use camadas alternadas de molho vermelho e de molho branco, além de fatias de mozzarella ou outro queijo de sua preferência.

Se você preferir uma versão vegetariana, dispense as carnes no molho de tomate. Pode colocar lentilha cozida no lugar da carne moída, por exemplo. Fica muito saboroso, com textura agradável e rico em proteínas e fibras.

Dentre os queijos, gosto de usar mussarela fatiada, que derrete superbem (e ainda traz uma boa dose de cálcio). Mas ricota picada e misturada com um pouco de requeijão ou catupiri também fica delicioso e cremoso.

Se você é fã das carnes, faça um bom molho bolonhesa e alterne as camadas de legumes ou folhas com esse molho, fatias de queijo e até de presunto cozido, para um sabor a mais.

A lasanha de verduras fica uma delícia dessa forma. Vale variar nas carnes, misturando o molho com carne seca desfiada, peito de frango refogado, bem temperado e desfiado, ou até peixes como salmão assado (bom para aproveitar as sobras). No caso do frango e do salmão, gosto de usar só molho branco para intercalar as fatias. Pode usar um pouco de pesto para compensar a falta do molho de tomate.

A de berinjela e a de abobrinha, para mim, ficam excelentes com molho bolonhesa e mussarela, com bastante manjericão e orégano. E a de abóbora, que tem uma textura mais macia, combina bem com molho branco e cogumelos ou uma combinação dos molhos branco e de tomate.

Finalize a montagem com uma camada do legume ou verdura coberta com o molho escolhido e mais um pouco de queijo (parmesão ralado funciona bem para gratinar). Regue com um fio de azeite, cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio até os legumes ficarem macios e a lasanha começar a borbulhar. Capriche na pimenta-do-reino moída na hora ou adicione pitadas de pimenta calabresa em flocos, para uma camadinha a mais de sabor, com um leve picante.

Você gosta de lasanha? Já preparou alguma com hortaliças no lugar da massa? Conte para mim! Estou no Instagram, me adicione por lá.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.

Blog Menu do Dia