Topo
Blog Menu do Dia

Blog Menu do Dia

Categorias

Histórico

Repolho é barato, pouco calórico e muito nutritivo, veja como preparar

Luciana Mastrorosa

10/10/2019 04h00

Crédito: iStock

O repolho, vegetal da família das brássicas —assim como a couve-flor e o brócolis — é pouco valorizado na nossa cultura. Porém, deveria ser mais incluído na dieta diária pois, além de barato, é muito acessível praticamente em todo o país e é muito nutritivo, pouco calórico e rico em substâncias protetoras da saúde, como antioxidantes, vitaminas e minerais.

Há muitos tipos de repolho, com cores que variam do verde bem claro, quase branco, ao verde escuro e até ao roxo intenso. As folhas dessa verdura são bem coladas umas nas outras, formando uma bola. Suas folhas são densas, crocantes, cheias de água e de fibras. Como é pouco calórico e muito nutritivo, o repolho é um dos vegetais mais indicados para quem quer perder peso, pois o teor de fibras ajuda a trazer uma sensação maior de saciedade, além de favorecer o bom funcionamento dos intestinos. Ajuda, inclusive, as pessoas que sofrem de prisão de ventre.

O repolho roxo é fonte de antocianinas, um tipo de composto bioativo que atua na prevenção de problemas cardiovasculares e ajuda a prevenir até mesmo alguns tipos de câncer. Além disso, os repolhos são fontes de sulforafanos, um dos fitoquímicos que também protegem o organismo contra o desenvolvimento de células cancerosas, beneficiando inclusive os fumantes.

Dentre as vitaminas, o repolho é rico em carotenoides e vitamina C, que atuam como antioxidantes, prevenindo o envelhecimento precoce e ajudando a manter a imunidade em dia, além de pele e olhos saudáveis. Também fornece vitamina K, que atua na coagulação, e minerais como o potássio, excelente para ajudar no controle da hipertensão, e a dupla cálcio e fósforo, que protegem ossos e dentes.

Como usar o repolho na culinária

Natural do litoral do Mar Mediterrâneo, essa hortaliça se adaptou muito bem ao solo brasileiro. Assim, é fácil de encontrá-la em mercados e feiras livres, a um bom preço. Prefira comprar o repolho inteiro, evitando os já fatiados, pois assim ele dura semanas na geladeira e preserva melhor seus nutrientes.

Suas folhas suculentas podem ser consumidas de diversas maneiras, desde sucos até assadas. O mais básico é fatiar o repolho e usá-lo, cru, no preparo de saladas com outros vegetais e molhos simples, como o vinagrete clássico de suco de limão, azeite, sal e pimenta, ou combinações mais substanciosas, como a maionese, o creme de leite e o iogurte. Fica particularmente bom com cenouras, azeitonas e uvas passas, como na famosa receita de salpicão, típica das festas de fim de ano.

Se branquear as folhas em água fervente e água gelada, pode usá-las para preparar enroladinhos, os "charutinhos", recheados com arroz, carne moída, legumes refogados, etc., cozidos em molho de tomate. Preparados dessa forma, também ficam bons assados com molho branco, gratinados ao forno com queijo ralado.

Gosto ainda de cortar o repolho em seis partes e assá-lo dessa forma, regado com azeite, um pouco de vinagre de boa qualidade ou vinho branco, mais algumas bolinhas de manteiga, ervas frescas, sal e pimenta. Fica ótimo como guarnição de carnes, aves e peixes. Suas folhas cortadas finamente ou em partes grossas podem ser acrescentadas em sopas, cozidos e ensopados, ao final do preparo, para trazer mais nutrientes e textura. Uma receita bem simples de fazer com repolho é refogar carne moída com alho, cebola e azeite e adicionar cenouras e batatas picadas. Cubra tudo com água ou caldo caseiro, tempere com folhas de louro e deixe ferver em fogo brando. Quando a cenoura estiver quase macia, adicione o repolho fatiado e cozinhe por mais alguns minutos até murchar, mas ainda ficar crocante. Fica delicioso para acompanhar o arroz básico de todo dia.

O repolho roxo, por ter uma coloração viva e muito bonita, é excelente para finalizar saladas cruas, pois deixa tudo mais apetitoso.

Você gosta de repolho? Qual é seu prato favorito com essa verdura? Conte para mim! Estou no Instagram, me adicione por lá.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.

Mais Blog Menu do Dia