PUBLICIDADE

Topo

Parecida com orégano, manjerona tem sabor suave e fresco, veja como usar

Luciana Mastrorosa

07/05/2020 04h00

Crédito: iStock

Já provou manjerona? Quando desidratada, sua aparência lembra muito a do orégano, mas o sabor e o aroma são muito mais sutis, frescos, até com notas florais. De fato, são plantas parecidas, que resultam em ervas que podem ser usadas em muitos preparos culinários. Ao contrário do orégano, cujo cheiro fica muito mais intenso depois de secar a erva, a manjerona mostra a delicadeza de seu aroma floral mais quando está fresca, porém não é tão fácil de achar (a menos que você a cultive em casa, em vasinhos).

Como é usada em pequenas quantidades, a manjerona não chega a ser uma fonte de energia, mas fornece um pouco de fibras e de antioxidantes –neste caso, principalmente pela presença de compostos fenólicos. Também possui minerais, como cálcio e fósforo, protetores dos ossos e dentes, além de bastante potássio, que ajuda a regular a pressão arterial e a evitar câimbras, especialmente para os que praticam esportes ou trabalhos intensos. Mesmo desidratada, contribui com um pouco de vitamina C, que também é antioxidante (e ajuda a manter o sistema imunológico em dia), e carotenoides, que ajudam a proteger a visão.

Atualmente, é possível encontrar em lojas de produtos naturais o óleo essencial obtido dessa erva, usado em aromaterapia. Atribuem-se a ele propriedades calmantes e relaxantes. Porém, na cozinha doméstica esse tipo de óleo essencial não é utilizado, sendo seu uso mais comum na indústria alimentícia, principalmente por suas qualidades antioxidantes e antimicrobianas (ou seja, ajudam a evitar que os alimentos estraguem muito rápido, aumentando o tempo de prateleira).

Usos da manjerona na cozinha

Assim como o orégano e o manjericão, a manjerona é uma das ervas principais da culinária italiana, por isso é bastante usada no Sul do Brasil, onde há muitos descendentes de famílias oriundas da Itália. Na Bota, a manjerona é uma erva emblemática da região da Ligúria, usada em molhos para massas, tortas salgadas, legumes recheados e num prato bem típico de lá, a salada de frutos do mar.

Por aqui, como a manjerona é encontrada, principalmente, desidratada, seu uso é bem parecido com o do orégano. Vai bem, principalmente, com molhos à base de tomates, com ou sem carnes, e, também para temperar aves, peixes e cortes magros de porco, como filé-mignon suíno.

Gosto também do sabor mais delicado da manjerona para realçar legumes, seja uma abobrinha salteada com alho, azeite e gotas de limão, seja em pimentões e berinjelas recheados em versões vegetarianas ou com carne moída, ou ainda com batatas e batatas-doces assadas.

A manjerona fica muito boa em sopas e cremes, como a de legumes com frango, abóbora, mandioquinha, etc., ou ainda em cozidos de grãos e legumes. Costumo adicionar o tempero na metade do cozimento, para ter tempo de soltar seu aroma e sabor.

Um toque dessa erva na omelete ou ovos mexidos também vai bem, assim como em croquetes e bolinhos. Como o tempero desidratado dura bastante tempo, desde que mantido em pote seco e bem fechado, ao abrigo da luz e da umidade, a manjerona é uma erva que vale a pena ter na despensa –tem gente que faz até infusão com ela, que atua para ajudar a digestão (nesse caso, vale usar 2 colheres de sopa da erva seca para cada litro de água e deixar infusionar por 5 minutos).

Você gosta de manjerona? Como costuma usar essa erva? Conte para mim! Estou no Instagram, me adicione por lá.

Sobre a Autora

Luciana Mastrorosa é apaixonada por escrever, cozinhar e comer. Jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora da área de alimentação, passou pelos principais veículos do país. Formada no Le Cordon Bleu Paris e Université de Reims Champagne-Ardenne, atualmente cursa o Mestrado em Nutrição Humana Aplicada, na Universidade de São Paulo. É autora do livro Pingado e Pão na Chapa - Histórias e Receitas de Café da Manhã (editora Memória Visual) e do e-book "Natal Feliz - 30 Receitas Incríveis para a Sua Ceia".

Sobre o Blog

Menu do Dia é o blog de culinária, receitas, gastronomia e nutrição, da jornalista e pesquisadora Luciana Mastrorosa. Aqui, você vai encontrar notícias, reflexões, receitas, degustações e muito mais sobre uma das melhores coisas da vida: comer.